• A RECONSTRUÇÃO RACIONAL DO PROGRAMA DE PESQUISA DO RACIONALISMO CLÁSSICO SOB A PERSPECTIVA DA ABORDAGEM DE SOLUÇÃO DE PROBLEMAS

Autores: J.R.N. Chiappin, Carolina Leister RESUMO: O presente artigo pertence a uma seqüência de artigos (Chiappin, 1989, 1996) nos quais se procura introduzir um programa de pesquisa acerca da natureza e estrutura da racionalidade. Nossa proposta, nesta seqüência de artigos, é promover a reconstrução racional do programa de pesquisa do qual fazem parte as teorias e os modelos da racionalidade, abarcando desde o racionalismo clássico datado do século dezessete até suas vertentes mais modernas, incluindo tanto o racionalismo neoclássico quanto o racionalismo crítico de Popper e Lakatos além do racionalismo não-criterial de Kuhn. O objetivo que embasa esta seqüência de artigos é encaminhado por meio da apresentação dos principais instrumentos teóricos utilizados para enquadrar, organizar, orientar e desenvolver a discussão da temática da racionalidade e, na seqüência, pela aplicação destes instrumentos na reconstrução racional de teorias ou modelos de racionalidade. Pretendemos enfatizar, dentre esses instrumentos, a estrutura e a metodologia da abordagem de solução de problemas como o recurso metodológico que deve estruturar essa reconstrução (Chiappin, 1989, 1996). Particularmente neste artigo, esse instrumental será reconstruído e aplicado na definição de um quadro teórico mais articulado e completo acerca do subprograma de pesquisa da racionalidade clássica. Este subprograma incorpora duas classes de teorias, a intelectualista, cujos principais proponentes são Descartes e Kant, e os empiristas, cuja proposta é fundamentada nos trabalhos de Locke e Hume. Assim, pretendemos neste artigo introduzir a reconstrução racional do núcleo teórico do subprograma de pesquisa do racionalismo clássico, incluindo suas duas vertentes. Um outro artigo publicado previamente a este procurou dar conta dos recursos metodológicos incorporados a este subprograma (Chiappin, 1996) e os dois artigos subseqüentes pretendem trabalhar mais especificamente com as vertentes intelectualista e empirista do subprograma racionalista clássico.
Ana Carolina Leister
Revista Discurso nº 39



Últimas Publicações