Graduação em Economia: Público

Ao oferecer o curso de graduação em economia em São Paulo, a FGV responde a uma demanda do mercado de trabalho em que, pressionadas pelas mudanças e inovações contínuas, as empresas e as grandes organizações valorizam e buscam “trabalhadores do conhecimento”.

Isto é, as empresas procuram jovens talentosos e empreendedores com capacidade de diagnosticar e compreender as mais variadas situações e problemas, tanto nos aspectos específicos como no contexto global, de forma crítica e objetiva, e principalmente buscar e absorver conhecimento e informação rapidamente, com a capacidade de selecionar e analisá-las criticamente, utilizando raciocínio lógico e consistente para propor soluções inéditas. Jovens conectados em rede, com iniciativa e liderança, capazes de trabalhar cooperativamente e dialogar com profissionais especializados de diferentes áreas da ciência. É a este desafio que a FGV pretende atender.

Além destas qualificações gerais, o profissional formado em economia deverá ter amplo domínio dos conceitos e instrumentos analíticos de economia, ter formação quantitativa semelhante à de um engenheiro, isto é, tem que saber “fazer contas”, e ter uma ótima formação nas ciências sociais que lhe propicie uma visão humanística e ética para entender o cenário político, econômico e social em um mundo globalizado e se relacionar adequadamente com as pessoas.

O curso de graduação em economia da FGV/EESP procura se diferenciar pela dedicação dos professores, rigor e exigência de desempenho por parte dos alunos e pela sua proposta pedagógica.

Conheça o Hotsite do Vestibular 2011